Contar a história de uma vida

Cresci a fazer sessões da família, todos os anos no Verão. Os meus pais (sobretudo a minha mãe porque o meu pai era o fotógrafo na altura) planeavam uma tarde de fotografias, e íamos até um jardim, uma praia, ou a casa onde passávamos férias pra tirar algumas fotografias em família. Fazíamos todas as combinações possíveis, e por vezes quando estavam lá primos e avós a sessão torna-se alargada.

Hoje em dia, olho para trás e vejo toda a nossa vida em fotografias. Vejo os 3 anos quando ainda éramos pequenos, os 6 anos sem dentes, os 10 anos, os 13 anos no auge da adolescência em que tudo era uma seca (não havia redes sociais para fazer share), os 16 anos em que as coisas começavam a melhorar um pouco, os 20 e agora os 30 anos.

Nem tudo era calmo e tranquilo. Ainda hoje, sempre que a minha mãe nos pede umas fotos com os filhos repete-se a confusão e a discussão para estamos todos nelas. O mais difícil é arranjar um dia em que estejamos todos.

Voltei no outro dia ao tema porque uma amiga que costumo fotografar todos os anos disse-me: "Olho para estas fotos que fizeste nossas, ao longo destes anos, e fico feliz por ter um registo tão especial da minha família! Sei que estas fotografias vão ficar para sempre."

Uma sessão não é apenas uma série de fotografias tiradas num fim de tarde, com uma luz bonita. É antes uma maneira de contar parte da história de uma vida inteira. Uma sessão não devia ser feita uma vez na vida: devia ser a história de uma vida só. Por isso é que acaba por ser tão importante. São momentos e memórias, histórias que se guardam para sempre.




6 comentários:

  1. Concordo inteiramente. Costumo dizer que as minhas fotografias de família (em papel e/ou nas drives) são o meu tesouro. Guardo-as com maior cuidado que qualquer outra coisa cá em casa.
    Sou fã deste blog e das suas fotografias incríveis! Adorava dominar a arte da fotografia desta maneira (ou próximo, pelo menos)... Excelente forma de vida Mariana!

    ResponderEliminar
  2. mil e um por cento de acordo!!!! :-)

    ResponderEliminar
  3. Acho exactamente o mesmo! É a perpetuação daquele instante que assim fica guardado para sempre na nossa memória e coração :)

    ResponderEliminar
  4. concordo a 100% ! é uma chatice efectivamente conseguir chegar ao momento em que estamos todos juntos mas o resultado é tão, mas tão recompensador que a pessoa esquece-se das chatices. até à próxima vez eheheh ;)

    ResponderEliminar

AddThis