Caravana 2017


Muitos perguntam: qual foi o roteiro que fizeram de caravana no ano passado?
Onde alugaram a Caravana? E ainda, como fizeram com banhos e refeições? Que tintas usaram para pintar as pedras? Onde dormiram?

Por isso decidi deixar este post e assim todos têm acesso à informação. Bom, foi tudo um bocado free style, sem grandes planos do que iríamos fazer ou onde iríamos dormir. Mas no final tudo correu bem. O Gui conhece bem a zona, e eu depois 7 anos a viver na costa vicentina posso chama-la de minha segunda casa.

Este ano em julho na semana em que os miúdos fazem anos ainda não decidimos onde vamos. O certo é que partimos dia 22 dia de anos da Laura e voltamos dia 27 dia de anos do X. Os miúdos também têm outros programas além do nosso, em especial a Laura está com o Pai, e o Xá estar com a Mãe.


praia da luz

Alugamos a Caravana em Fernão Ferro a caminho de Sesimbra.
Enchemos a Caravana de malas de roupa, sacos de cama, pranchas de surf, sk8, presentes de anos, bolos de gomas (os únicos que iram resistir dentro de uma caravana se se estragarem) comida seca (como bolachas, cereais, sumos individuais, latas, pão, nutela etc..) para os pequenos almoços e lanches, e muita águas.
Fomos directo de Lisboa ao Algarve e então de Sul para Norte começamos a nossa aventura.

O objectivo era ir parando em várias praias e dormir onde fizesse sentido. O pequeno almoço seria sempre na caravana. E eu faria todos os dias pic nic para o almoço na praia com pão fresco que comprávamos nos mercados das vilas, muita fruta, bolachas, legumes crus, gulodisses etc.
O banho foi abolido por completo durante toda a viagem, o que fez os miúdos ainda mais felizes.



Jantar era sempre fora, até porque queríamos aproveitar as noites quentes de verão no centro das vilas onde sabíamos que iríamos encontrar feirinhas, espetáculos de rua, uma imperial para descomprimir e gelados para os miúdos.
Jantávamos quase sempre em pizzarias porque todos gostam, ou em restaurantes típicos Portugueses onde a sopa de peixe era sempre boa, e qualquer prato de viesse para a mesa todos iriam gostar.
À noite antes de dormir víamos as estrelas ou fazíamos fogueiras, e para terminar os filmes mais giros de sempre que tinhamos sacado da net antes de partirmos. Filmes como Annie, ET, Gonnies, Indiana Jones etc...

Partimos no dia de anos da Laura onde ainda em Lisboa fizemos uma pequena festa de anos para ela com os amigos que em julho ainda estão em Lisboa.


















Praia da Luz

Começamos por Lagos-Praia da luz onde iríamos festejar os anos da Laura com os seus amigos algarvios, e jantar na pizzaria Endless Summer mesmo em frente à praia.
Na praia da Luz existem mil e uma aventuras para fazer incluindo saltar das rochas para as águas transparentes, subir às rochas, procurar tesouros, dar um passeio pela arriba quase até ao burgau onde fomos parando para dar mergulhos no mar.

Fomos passear à vila do bispo visitar amigos e ir até praias lindas como Zavial,  a ingrina,  o canal, o barranco. Algumas delas são de fácil acesso e bem indicadas, outras só lá chegam se conheceram a zona ou a sorte de alguém vos indicar bem o caminho.
Na vila do bispo o mercado e a padaria são maravilhosos, e ainda dá para ir até sagre ao sk8 park, e comer umas tostas ou petiscos nos água salgadas e outros do género.


Praia do Barranco




Para do Canal





Estrada do Canal para Sagres


Partimos mais para norte em direcção a Aljezur, decidimos ir pelo caminho mais longo que passa na carrapateira e sentir o cheiro de praias como a Bordeira... Em Aljezur parámos no mercado local para comprar fruta e queijos e pão  fresco.
Passamos o dia na Praia de vale figueiras. Ainda fizemos uma pequena paragem na praia da da Arrifana para ver a vista, mas hoje em dia é quase impossível estacionar o carro por lá. Queria muito ter ido jantar ao restaurante da praia na Arrifana, mas acabamos por seguir viagem e ir jantar e dormir a Odeceixes.

Em Odeceixe jantamos em mesas corridas na rua e o jantar foi a melhor massada de peixe de sempre. Os miúdos completamente livres pela vila pois não acontece muito mais do que restaurantes e pequenas lojas de comercio local.

Apanhamos pinhas e paus no caminho para a fogueira, e fizemos como vêem nos filmes americanos :  assar marshmallow, que rápidamente ficam todos pretos e impossíveis de comer, mas fica a intenção.

Com aplicação do Iphone vimos todas as constelações num céu tão estrelado que só mesmo fora das cidades se consegue ver.

Em Odeceixe dormimos na praia ao lado do rio que desagua na praia,  um visual incrivelmente bonito.







A meio do dia já estávamos em vila nova de mil fontes, onde fomos passear pela vila comprar colares, comer croissants na mabi, ou comer em todos os novos cafés que se encontram por lá. Nós fomos ao 18 e piques com o melhor sumo de laranja e torradas com azeite e tomate.

Podem jantar na tasca do celso, ou em frente à praia na choupana, ou ainda porto das barcas.

Acabamos por ir dormir ao praia dos Aivados onde acordar é mágico pois estamos sozinhos na praia, e muitas vezes é possível ver pessoas a passar a cavalo na praia. A caminho dos Aivados à o melhor restaurante de sempre, mas se quiserem lá jantar marquem antes de ir para a praia. (O Amândio).



















Praia dos Aivados
Pintar pedras com tintas do Ikea


No último dia dormimos em Porto Covo, fomos ver o pôr do sol na praia, andamos mais um pouco do SK8, comeram mais gomas, riram-se mais ou pouco e à noite tivemos direito a espetáculos de rua com um faquir.
Jantamos mais uma vez peixe, comeram mais gelados e comprar mais colares e pulseiras.
Estávamos a chegar ao fim desta viagem e ninguém queria voltar para casa.
Acordamos dia 27  para festejar os anos do Xá com bolo de gomas e muitos presentes. Não tinhamos tempo para muitas aventuras pois ainda estávamos longe e tinhamos que estar em Lisboa cedo para a festa de anos do Xá.

Foram sem dúvida umas férias fantásticas. Existem muito mais praias e pontos chave que queríamos ter feito, mas 5 dias não dá para mais do que isto!











Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis