Histórias com Palavras - 1 ano - Gaspar







Baby, és uma lindeza!

Assim te chama a tua mãe e os outros vão atrás das suas doces palavras.
Estão todos apaixonados por ti, perdidamente apaixonados.

És, segundo o que a tua mãe diz, mas que muitos duvidam, o último filho, e isso eleva-te a um estatuto do eterno bebé, do maior fofinho do universo, que por sinal és mesmo!
Com um ano derretes todos com o teu sorriso luminoso, umas bochechas irresistíveis e uma segurança ímpar de quem se sabe imensamente amado.
Gostas de comer especialmente a comida dos grandes. Também preferes os brinquedos deles aos que foram pensados para ti. Estar na rua faz-te feliz, consegues brincar durante muito tempo com vassouras, baldes e água. Imitas a Maria, a tua avó de coração com quem tens uma bonita história de amor.
Amor podia ser o teu nome, pelo que és, pelo que dás, pelo que o mundo se torna quando estás presente.

A vida reserva surpresas maravilhosas que enchem o coração e que reforçam os laços.
Depois de três rapagões era normal que desejassem uma menina, mas vieste mostrar que eras tu que eles queriam, era a ti que todos esperavam.
Não há gravidez serena onde já existem três crianças, duas delas bem pequenas, mas há uma gravidez intensa, cheia de emoção, onde cada dúvida só serve para alimentar 
mais as certezas.
Uma família inteira sedenta de te conhecer e tu, sem pressa para chegar.

Às 38 semanas, e com muita surpresa tua, lá vieste parar a estes colos, a estes 10 ansiosos braços.
No meio deste mundo de rapazes o teu sorriso mais doce acende-se sempre que a luz da tua mãe te aquece. Aconchegaste no abraço de urso do teu pai, ris perdidamente com as macacadas do teu irmão Benjamim, observas com a admiração o teu querido Noah e ouves com atenção as palavras sábias do mano João.

"É fofo, bonito e gosto muito dele!" Diz o Noah

"O meu mano Gaspar é uma Gasparuca" ri-se o Benjamim

Quando se refere ao mano bebé, o João diz "É muito querido, gosta muito de dar beijinhos mas não gosta nada de estar quieto, está sempre a sorrir, não é nada mal-disposto e eu gosto muito dele!"

És o bebé pequenino desta grande família, contigo não há urgência, o tempo corre mas todos querem que desacelere para te poder amar ainda mais a cada segundo que passa.
Tens em ti uma vontade imensa de explorar o mundo, não tens medo nenhum, avanças sem olhar para trás porque tens a certeza de que todos te esperam quando decides regressar. Sentes o calor do olhar atento da tua mãe que, descontraidamente, como só ela sabe ser, te vigia com a liberdade do vento.
O teu lugar nesta família é no coração de todos e no teu vive um mundo 
que é feito de amor.

Gaspar, és o rei mago que veio trazer ainda mais luz e alegria.

Baby, és uma lindeza.

Este álbum é um presente da tua família.
Mãe Inês, Pai João e manos, João, Noah e Benjamim.
Obrigada por existires connosco.
















































Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis