A nossa Zmar Experience!

Como alguém uma vez disse, é preciso uma destreza nata para conseguir entreter os meus e os teus, os 5, durante um fim de semana ou umas férias que sejam.
Há muito que queria ir ao Zmar, mas como trabalhamos muito ao fim de semana estamos sempre a adiar uma serie de programas que são basicamente pensados para eles!

Fomos apenas de sexta a domingo, mas por eles passavam lá a semana toda e nós já nem tinhamos que olhar por eles.

Não sabia muito o que esperar sobre o Zmar, não tinha lido grande coisas nem procurado muitas fotos. Gosto de ir assim, na surpresa.

E assim foi, acordei em cima do lago com uma paz gigante. Não ter de pensar no pequeno almoço foi a melhor parte, e saber que lhes esperava um pequeno almoço de sonho, um  buffet gigante é ter um dos maiores sonhos realizado. Melhor de tudo, é que eu nem tinha que me levantar porque o que eles gostavam mesmo era de ir buscar sumos, panquecas, fruta, etc...

Descobri que seria fácil entrete-los pela tarde fora sem ter que por um pé fora do Zmar, desde a piscina gigante em que o objectivo máximo dos mais velhos era nada a piscina toda sem nunca pararem, à piscina de ondas, aos baloiços e slides, ao "forte de madeira "  que rápidamente transformou na sua casa e não os vimos mais a tarde toda. Ou melhor, não os vimos a todos ao mesmo tempo, conseguimos uns meros 15 minutos de descanso. Há sempre algum que precisa de alguma coisa, por isso por mais entretidos que estejam... já se sabe!

Não levamos bikes, erro, eles teriam adorado! Mas no final nem se lembraram delas, visto que programa atrás de programa os deixou arrasados e |á pelas 7 da tarde estavam todos podres e já só queriam ir para o "quarto" descansar.
Que de descanso teve pouco, pois logo transformaram os beliches em casas e muito mais!

Ao final do dia saímos em busca de um restaurante nas redondezas, fomos a São Luis a um restaurante aconselhado pela Isabel Saldanha, mas que estava fechado, seguimos para o destinos seguinte, Cercal a um outro restaurante também aconselhado pela Isabel, e esse sim, comemos que nem uns Lordes, num restaurante muito simples mas com o melhor polvo, e os melhores filetes de sempre.
Ainda queria parar em vila nova para comprar pulseiras e coisas típicas de verão, mas eles estavam tão excitados com a programação da noite - espetáculo de circo - que tivemos que ir recambiados para o Zmar assistir ao espetáculo. Em que como não podia deixar de ser o Gui foi chamado ao palco.










































No domingo passamos a manhã no Zmar, porque morriam se faltassem ao pequeno almoço e se não fossem mais uma vez a piscina de ondas. Ainda passamos pelos animais a dar cenouras e afins, mas sem dar-mos conta já tinha fugido e estavam dentro de água.
Viemos calmamente para cima com a ideia de irmos até ao canal do sudoeste, que no verão estão tão cheio que não somos capazes de ver a água. Tinhamos o canal só para nós e um calor abrasador.
Levamos um pic nic e pensamos que faríamos um pit stop em qualquer praia e ainda dávamos um mergulho em São torpes. Mas com a sorte que temos, encontramos uma casa na árvore, empurramos os miúdos todos lá para cima (porque a casa não tinha escada), e ai sim, numa sombra com uma leve brisa do vento almoçamos e eles brincaram.
No final ainda conseguimos o mergulhos em são torpes, e assim fechamos o melhor fim de semana dos últimos tempo. Com sol, com liberdade, com boa comida, e miúdos cansados e felizes.
















Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis