about



"A Mariana consegue fotografar aquilo que não se vê. É isso que distingue as fotografias da Mariana. Eu chamo-lhe alma. Mas poderia chamar-lhe magia.
Olhamos para a Mariana e vemos uma menina. A Mariana é uma menina: no sorriso, na leveza que lhe permite fotografar sem ser vista. Deve ser esse o segredo para conseguir a magia de fotografar aquilo que não se vê.
Mas fotografar com magia, fotografar a alma, só é permitido às fadas e a quem fotografa há muito tempo.

A Mariana começou a estudar fotografia em Lisboa, com apenas 18 anos. Depois disso trabalhou, tirou um curso de web design e continuou a estudar. Parte para o Brasil, em 2004, onde estudou Design e Fotografia na Miami Ad School. No Brasil trabalha como assistente de alguns fotógrafos e com Filipe Jardim, ilustrador. Dois anos depois recebe um convite de Filipe Jardim para trabalhar, em Paris, durante três semanas. Fica seis meses, tempo durante o qual colabora, também, com o cineasta e designer Edouard Salier e vários fotógrafos. Apaixonada pelo mundo e pela imagem, Mariana vai estudar para Londres, em 2006, na Westminster University, Master Photography Studies. A vida trouxe Mariana de volta a Portugal, para o Algarve, onde o mar, com todos os elementos da natureza, se tornaria uma das influências mais marcantes das suas fotografias.

A menina que conhecera o mundo, tinha agora uma casa cheia e decidiu partilhar esse dom com outras famílias. Assim, em 2008, Mariana começa a fotografar famílias. Hoje Mariana é mãe, vive com a pequena Laura em Lisboa, e fotografa. Uma menina com a leveza das fadas que lhe deram o dom, e a sabedoria de tudo o que estudou para apurar a capacidade de fazer magia."

Catarina Beato

AddThis